Visão + História

Conectamos pessoas e ideias em ciência, educação e inovação. Somos uma rede global de conexões reimaginando o futuro.

Nossa Visão

Swissnex é a rede global suíça que conecta pontos em educação, pesquisa e inovação. Nossa missão é apoiar o alcance e o engajamento ativo de nossos parceiros no intercâmbio internacional de conhecimento, ideias e talento. As cinco principais representações da Swissnex estão estabelecidas em algumas das regiões mais inovadoras do mundo. Junto com cerca de vinte Gabinetes de Ciência e Tecnologia (Science and Technology Offices – STO) e Conselheiros de Ciência e Tecnologia (Science and Technology Counselors – STC) baseados nas embaixadas suíças, que contribuem para fortalecer o perfil da Suíça como um local de importância na inovação mundial.

Valores Fundamentais

  • Conexão


    Trabalhar com nossos parceiros inserindo-os em ecossistemas inovadores ao redor do mundo.

  • Aconselhamento


    Colaborar e aconselhar dentro das tendências e oportunidades no âmbito da ciência, educação e tecnologia.

  • Promotion


    Elevando a visibilidade do ensino superior suíço e instituições de pesquisa, startups e outras organizações parceiras impulsionadas pela inovação

  • Inspiração


    Elaboração e criação de novas ideias, promovendo a troca de conhecimento entre colegas e inovadores do setor industrial.

História

Já se passaram 20 anos desde a fundação da Swissnex em Cambridge, EUA. Conduzir essa aventura foi uma visão do futuro da Suíça com seu formidável potencial de inovação. Hoje, a Swissnex representa uma plataforma que conecta o futuro: uma rede global que, por meio da troca de conhecimento, ideias e talento, se dedica em fomentar a criação de um mundo diferente.

Em 1958, a primeira frente científica foi uma iniciativa do Embaixador da Suíça em Washington. Suas principais tarefas incluíam reportar os desenvolvimentos tecnológicos e a promoção de jovens cientistas pelo governo dos Estados Unidos. As experiências positivas em Washington levaram à criação, em 1969, de duas outras frentes em Moscou e Tóquio.

Na década de 1990, por conta da crescente mobilidade de pesquisadores e ao processo de integração da União Europeia, o número de frentes científicas torna-se uma rede. Em 1998, o Conselho de Estados adotou um postulado instruindo o Conselho Federal a avançar no desenvolvimento de uma rede de gabinetes para garantir a competitividade internacional dos estudos científicos, conhecimentos e inovações da Suíça.

Nesta época, os dois gabinetes dos Estados Unidos desenvolveram um novo conceito com o objetivo de promover o intercâmbio de conhecimento, reunir pesquisadores e empresários suíços e americanos e promover a abertura e a modernidade da Suíça como um centro de conhecimento e inovação. A intenção era se estabelecer em um cluster de pesquisa e inovação e não em uma capital. Boston, que abriga a Harvard University e o Massachusetts Institute for Technology (MIT), parecia o local certo.

Isso levou à abertura da SHARE – Swiss House for Advanced Research and Education, no outono de 2000, que posteriormente foi renomeada como “Swissnex”.

O apoio de patrocinadores privados possibilitou a abertura de um novo local no Vale do Silício – São Francisco, em 2003, e outro em Cingapura um ano depois, que não está mais ativo. Nos anos seguintes, unidades Swissnex foram abertas em Xangai, China (2008), Bangalore, Índia (2010) e Rio de Janeiro, Brasil (2014).

Como parte da rede oficial da Suíça no exterior, a Swissnex coopera estreitamente com outras organizações suíças, incluindo em particular: Embaixadas e Consulados Gerais, Presence Switzerland, Swiss Business Hubs (Switzerland Global Enterprise), Switzerland Tourism, e Pro Helvetia Liaison offices.

Inauguração no Brasil

O escritório foi inaugurado em 2014, com a presença do Conselheiro Federal Johann Schneider-Ammann (na época chefe do Departamento Federal de Assuntos Econômicos, Educação e Pesquisa) ao lado de uma delegação de grande importância da setores da ciência, educação e economia suíça. Uma Carta de Intenções, para fomentar projetos conjuntos, foi assinada entre a Swiss National Science Foundation e a instituição regional de pesquisa FAPERJ na cerimônia de abertura, estabelecendo o primeiro marco da Swissnex no Brasil. O escritório brasileiro foi ampliado com um posto avançado em São Paulo em outubro de 2016.

Nex20

No contexto do aniversário da rede Swissnex em 2020, uma campanha de comunicação foi lançada para aumentar o intercâmbio entre os stakeholders da Suíça, os vários locais da Swissnex e os Gabinetes de Ciência e Tecnologia em do todo o mundo. Apresentando percepções e ideias globais, a nex20 envisionou o papel da Suíça no cenário global de 2040.