Visão + História

Conectamos pessoas e ideias em ciência, educação e inovação. Somos uma rede global de conexões reimaginando o futuro.

Nossa Visão

Swissnex é a rede global suíça que conecta pontos em educação, pesquisa e inovação. Nossa missão é apoiar o alcance e o engajamento ativo de nossos parceiros no intercâmbio internacional de conhecimento, ideias e talento. As cinco principais representações da Swissnex estão estabelecidas em algumas das regiões mais inovadoras do mundo. Junto com cerca de vinte Gabinetes de Ciência e Tecnologia (Science and Technology Offices – STO) e Conselheiros de Ciência e Tecnologia (Science and Technology Counselors – STC) baseados nas embaixadas suíças, que contribuem para fortalecer o perfil da Suíça como um local de importância na inovação mundial.

Valores Fundamentais

  • Conexão


    Trabalhar com nossos parceiros inserindo-os em ecossistemas inovadores ao redor do mundo.

  • Aconselhamento


    Colaborar e aconselhar dentro das tendências e oportunidades no âmbito da ciência, educação e tecnologia.

  • Promover


    Elevando a visibilidade do ensino superior suíço e instituições de pesquisa, startups e outras organizações parceiras impulsionadas pela inovação

  • Inspirar


    Elaboração e criação de novas ideias, promovendo a troca de conhecimento entre colegas e inovadores do setor industrial.

História

Já se passaram 20 anos desde a fundação da Swissnex em Cambridge, EUA. Conduzir essa aventura foi uma visão do futuro da Suíça com seu formidável potencial de inovação. Hoje, a Swissnex representa uma plataforma que conecta o futuro: uma rede global que, por meio da troca de conhecimento, ideias e talento, se dedica em fomentar a criação de um mundo diferente.

Em 1958, a primeira frente científica foi uma iniciativa do Embaixador da Suíça em Washington. Suas principais tarefas incluíam reportar os desenvolvimentos tecnológicos e a promoção de jovens cientistas pelo governo dos Estados Unidos. As experiências positivas em Washington levaram à criação, em 1969, de duas outras frentes em Moscou e Tóquio.

Na década de 1990, por conta da crescente mobilidade de pesquisadores e ao processo de integração da União Europeia, o número de frentes científicas torna-se uma rede. Em 1998, o Conselho de Estados adotou um postulado instruindo o Conselho Federal a avançar no desenvolvimento de uma rede de gabinetes para garantir a competitividade internacional dos estudos científicos, conhecimentos e inovações da Suíça.

Nesta época, os dois gabinetes dos Estados Unidos desenvolveram um novo conceito com o objetivo de promover o intercâmbio de conhecimento, reunir pesquisadores e empresários suíços e americanos e promover a abertura e a modernidade da Suíça como um centro de conhecimento e inovação. A intenção era se estabelecer em um cluster de pesquisa e inovação e não em uma capital. Boston, que abriga a Harvard University e o Massachusetts Institute for Technology (MIT), parecia o local certo.

Isso levou à abertura da SHARE – Swiss House for Advanced Research and Education, no outono de 2000, que posteriormente foi renomeada como “Swissnex”.

O apoio de patrocinadores privados possibilitou a abertura de um novo local no Vale do Silício – São Francisco, em 2003, e outro em Cingapura um ano depois, que não está mais ativo. Nos anos seguintes, unidades Swissnex foram abertas em Xangai, China (2008), Bangalore, Índia (2010) e Rio de Janeiro, Brasil (2014).

Como parte da rede oficial da Suíça no exterior, a Swissnex coopera estreitamente com outras organizações suíças, incluindo em particular: Embaixadas e Consulados Gerais, Presence Switzerland, Swiss Business Hubs (Switzerland Global Enterprise), Switzerland Tourism, e Pro Helvetia Liaison offices.

Inauguração no Brasil

O escritório foi inaugurado em 2014, com a presença do Conselheiro Federal Johann Schneider-Ammann (na época chefe do Departamento Federal de Assuntos Econômicos, Educação e Pesquisa) ao lado de uma delegação de grande importância da setores da ciência, educação e economia suíça. Uma Carta de Intenções, para fomentar projetos conjuntos, foi assinada entre a Swiss National Science Foundation e a instituição regional de pesquisa FAPERJ na cerimônia de abertura, estabelecendo o primeiro marco da Swissnex no Brasil. O escritório brasileiro foi ampliado com um posto avançado em São Paulo em outubro de 2016.

Nex20

Durante o aniversário da rede Swissnex, em 2020, uma campanha de comunicação foi lançada para aumentar o intercâmbio entre os stakeholders da Suíça, os vários locais da Swissnex e os Gabinetes de Ciência e Tecnologia em do todo o mundo. Apresentando visões e ideias globais, a nex20 taambém vislumbrou o papel da Suíça no cenário global de 2040.