Art & Science Roadshow

Program Managers de Art & Science dos escritórios da Swissnex em todo o mundo se juntaram em setembro passado na Suíça para o Art & Science Roadshow.

“O Futuro já está aqui. Só não está distribuído igualmente”, William Gibson.

- Por Gabriela Devaud, Program Manager | Arts & Science

Com um programa com curadoria de Gabriela Devaud, Program Manager da Swissnex no Brasil, a delegação viajou pelo país, conectando-se com grandes parceiros, ganhando inspiração e explorando novas oportunidades no campo.

O Roadshow começou olhando para a Arte & Science na Rede Swissnex para refletir sobre seus objetivos e estratégias. Após um brainstorming com o grupo internacional, ficou claro que a "Arte & Science" deveria ser usada para fins de comunicação científica, mas não é seu objetivo principal.

Por que trabalhar com ARTE? A arte não é um complemento. A arte é um campo independente com uma forma particular de comunicação. A arte discute o que não entendemos, traz as pessoas para fora de suas zonas de conforto para experimentar algo novo e cria mudanças comportamentais. Estes pontos deixaram claro que os projetos devem usar a arte com intenções claras.

A visita à Universidade das Artes de Zurique (ZHDK) e à Universidade de Zurique (UZH) deu a todos o grupo um grande panorama dos projetos. Ajudou-os a entender qual localidade poderia atender melhor quais projetos. A conexão com parceiros nos campos do Futuro da Alimentação e da Biodiversidade foi muito interessante, e os líderes do departamento ficaram felizes em compreender as especialidades de cada local. A delegação se conectou com grandes parceiros como Silvie Cuperus, que é crucial para o trabalho da Swissnex, combinando cada gerente com os melhores pesquisadores quando necessário.

Quarta-feira aconteceu em Basiléia, em um dia muito inspirador. Chus Martinez recebeu pela primeira vez o grupo no Departamento de Artes Visuais da Universidade de Ciências Aplicadas do Noroeste da Suíça (FHNW). A visão de Chus e o desenvolvimento de duas temáticas específicas através do departamento são inovadores e ousados. Os temas da natureza e gênero são ensinados coletivamente e considerados como disciplinas e não como temática dentro da pesquisa, usando a arte para ativar a sociedade.

Posteriormente, a delegação seguiu para o laboratório Critical Media Critical para uma apresentação onde viu projetos únicos ligados à rede internacional da Swissnex devido à conexão feita naquele dia. O HEK deu as boas-vindas ao grupo com um tour pela exposição “Earthbound – Diálogo com a Natureza”, onde foi observado como as novas tecnologias são utilizadas como um meio para mostrar diferentes observações da natureza e abrir mais discussões.

O CRITICAL MEDIA LAB (CML) é uma comunidade, um espaço e uma plataforma para pesquisa e prática nos cruzamentos de design, mídia, arte e tecnologia, situado na Basiléia (CH).

Na quinta-feira, o Roadshow trouxe o grupo para a parte francesa da Suíça para se encontrarem com a equipe da ECAL. Foi ótimo conhecer algumas das pessoas com quem a Swissnex tem trabalhado no último mês pessoalmente! Projetos exclusivos abrem questões importantes sobre o uso da eletrônica e como os smartphones e aplicativos controlam a vida de cada um. As novas tecnologias não são o assunto principal de seu trabalho. Elas são usadas como uma ferramenta para comunicar os problemas atuais de nossa sociedade.

Sexta-feira, o grupo se inspirou na Residência Artística La Becque, onde eles conseguiram falar com Luc Meier, ex-colaborador da Swissnex em São Francisco. Em seguida, a delegação se reuniu com parceiros de cinema em Genebra. GIFF, Cinéforom e Swiss Films têm trabalhado com a realidade virtual e a internacionalização do cinema, o que é sempre de interesse para o campo.

Por último, Laeticia Bochud e Caecilia Charbonnier convidaram o grupo a experimentar uma aventura XR em Dreamscape. A empresa de pesquisa Artanim, ligada a este projeto, foi apresentada e falou sobre sua história de sucesso com a Swissnex no passado.

O roadshow tem sido uma excelente experiência para o grupo se familiarizar com o trabalho na paisagem suíça. É essencial compreender melhor o que os parceiros da Swissnex precisam e os principais temas em torno dele. Os Gerentes de Art & Science e as equipes de inovação precisam desta forte conexão com a pesquisa, os laboratórios e o cenário artístico para entender e criar com intenção projetos que façam sentido e trabalhem para o ecossistema suíço. Ser capaz de se inspirar e aprender constantemente é crucial!